Categorias
MERCADO

Marco Bravo assume como novo head para Google Cloud Brasil

Executivo substitui João Bolonha, que agora responde como diretor de estratégia e crescimento do Google Cloud para a América Latina

Google Cloud anunciou nesta semana Marco Bravo como novo líder da operação brasileira para a divisão de nuvem da gigante de tecnologia. Bravo substitui João Bolonha que, agora, passa a ser diretor de estratégia de crescimento de Google Cloud para a América Latina.

Antes de entrar para o time do Google, Bravo respondia como vice-presidente para a América Latina da ACI Worldwide, além de ter liderado os segmentos de clientes corporativos de software da IBM e da Microsoft. Formado em Engenharia Elétrica, com mestrado em Telecomunicações, ambos pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), o executivo soma 30 anos de experiência no setor de tecnologia. Também possui MBA em Administração Executiva, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e tem especialização em Liderança e Estratégia pela IMD Business School na Suíça.

Renovação de talentos

O Google tem avançado em seus esforços para ampliar o protagonismo de sua divisão de nuvem nos últimos anos. No final de 2018, a companhia anunciou Thomas Kurian, ex-Oracle, para o cargo de CEO do Google Cloud – substituindo Diane Greene. Desde então, a divisão anunciou contratações de peso, incluindo Robert Enslin (ex-SAP) para o cargo de presidente para Global Customer Operations e Eduardo Lopez (ex-Oracle) para presidente de Vendas para a América Latina.

As contratações refletem uma jornada acirrada pelo mercado de cloud pública mundo afora, com a liderança do mercado assumida, até então, pela AWS Microsoft. A expectativa do Google é, claro, virar o jogo. Neste ano, em um movimento inédito, a Alphabet (empresa mãe do Google) abriu os números da vertical de nuvem. O Google Cloud fechou o trimestre passado com receita de US$ 2,62 bilhões. No mesmo período referente ao ano anterior, este número girava ao redor de US$ 1,7 bilhão.

Em entrevista à Computerworld durante o Google Cloud Summit Brasil, no ano passado, Eduardo Lopez reiterou planos da unidade brasileira triplicar a operação, com foco em vendas. A ambição continua. “O Google Cloud no Brasil segue sua jornada de investimento na qualidade do atendimento para satisfazer as demandas do mercado corporativo. O feedback que temos recebido tem sido extremamente positivo, conforme avançamos na contratação de um conjunto significativo de talentos técnicos e comerciais da indústria com formação no atendimento de grandes empresas”, destacou Marco Bravo, à Computerworld Brasil. “No ano passado, Thomas Kurian compartilhou metas agressivas de contratação em todo o mundo e a América Latina está entre as prioridades”, complementou.

Brasil em busca da maturidade na transformação digital

Na visão de Bravo, o avanço da digitalização do mercado corporativo no Brasil reflete o momento econômico do País. Neste contexto, a nuvem pública tem se colocado como diferencial competitivo. “A jornada tecnológica para a nuvem é uma grande oportunidade para as empresas no Brasil acelerarem sua transformação digital e permitir que elas sejam competitivas globalmente. A utilização de insights de dados empresariais em larga escala é o principal agente para esta transformação”, avalia o executivo.

Apesar de a discussão da migração para nuvem não ser mais nenuhma novidade no mercado corporativo, grande parte das companhias ainda se encontra no estágio inicial da jornada. Isso, por si só, dá margem para acirrar a concorrência com os outros players de cloud pública, sugere Bravo.

“A jornada de transformação digital demandada pelas empresas neste momento de adoção da nuvem impõe desafios que o Google Cloud tem expertise, como manipulação e gestão de grandes volumes de dados. Ao mesmo tempo, temos investido de forma significativa na infraestrutura de atendimento corporativo, em equipes técnicas, comerciais, de suporte e serviços, além de um ecossistema de parceiros e integradores. Esses esforços têm sido extremamente bem recebidos no mercado brasileiro e estou muito feliz em fazer parte desse momento de Google Cloud”, conclui Bravo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *