Categorias
INTERNET

Em momento de tensão, VP de RH do Google anuncia que deixará o cargo

Funcionária da companhia há 14 anos, Eileen Naughton passou os últimos meses lidando com pressões e críticas entre lideranças e funcionários

ice-presidente de Pessoas do Google deste 2016, Eileen Naughton anunciou nesta semana que deixará o cargo no final do ano. Na companhia desde 2016, Naughton já atuou como diretora de mídia e vice-presidente de vendas globais. De acordo com comunicado emitido pela empresa, a executiva quer se dedicar mais à família.

Durante o último período de sua gestão Naughton viu a força de trabalho do Google crescer 65%, alcançando mais de 119 mil funcionários. Esse período também foi marcado por constantes desavenças internas que acabaram mudando a forma como o mercado via a Google/Alphabet, que durante muito tempo foi considerada referência como lugar com ótimas condições de trabalho.

Eileen Naughton

 


Nos últimos dois anos, a empresa precisou lidar com denúncias de assédio sexual, acusações e machismo, questionamento sobre a forma como lida com funcionários terceirizados na empresa (que podem realizar os mesmos serviços que os googlers, mas sem receber
os benefícios), e a ira dos funcionários com a descoberta de projetos
realizados em parceria com o Pentágono, cujo potencial bélico ia contra
os ideais que defendidos pela companhia de Mountain View em seus primeiros anos de vida.

Em uma das atitudes mais significativas de que os tempos são outros dentro da gigante de buscas, os encontros semanais com a liderança (chamados “All Hands) agora acontecem de forma mensal e com restrição para os tipos de questionamentos que podem ser feitos.

Com relação aos problemas apresentados, Naughton iniciou um esforço interno para facilitar denúncias de condutas inadequadas, além de iniciativas internas para fornecer mais suporte à vítimas de acesso. Sobre a questão de funcionários terceirizados, a VP implementou um pagamento mínimo de US$ 15 e benefícios como plano de saúde, e licença-maternidade. para esse público.

Apesar de seus esforços, a executiva deixa a companhia dentro de um período de incertezas, no qual ela luta para retomar parte da reputação construída aos anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *